Dicas

A importância do óleo de motor

Os óleos são produtos vitais para o bom funcionamento do carro, mas qual sua função? A principal é reduzir o atrito, pois evita o contato direto entre as partes metálicas, mas também é responsável pela refrigeração, vedação e limpeza do motor. O bom desempenho e a durabilidade dependem de tais produtos. Mesmo sendo responsável pela vedação dos anéis dos pistões, uma parte do óleo fica nas paredes dos cilindros e é queimada por altas temperaturas, fazendo com que o nível do óleo consequentemente caia.
oleo-motor
É preciso observar, principalmente, a viscosidade SAE e o desempenho API, ACEA ou ILSAC do produto. A viscosidade do lubrificante pode ser identificada na embalagem do produto e normalmente é descrita dessa maneira: 0W-20, 5W-30, 10W-40, 20W-50, etc. Estes números correspondem à viscosidade de produtos automotivos tanto na partida (com o W) quanto na temperatura do motor (sem o W).
Não se preocupe quando o lubrificante ficar preto, isso é sinal de que está cumprindo corretamente a sua função, que é a de remover as impurezas do motor e deixá-las “dispersas” no lubrificante até a hora de ser trocado.
Existem riscos de se dirigir com muito ou pouco óleo: com óleo em excesso, a pressão no Carter do motor, queimando mais óleo do que o necessário e sujando velas e válvulas. Com pouco óleo o motor pode fundir ou superaquecer.
É possível escolher entre lubrificantes sintéticos e semissintéticos: os sintéticos são elaborados com óleos de dos Grupos III, IV, V e/ou VI; já os semissintéticos são misturas de óleos básicos minerais, sendo mais caros pela sua produção, mas superando os sintéticos em diversos aspectos.
Siga sempre as recomendações especificadas pelo manual do seu veículo.
 
Já conhece a nossa página no Facebook? Acesse e curta Ituran Brasil!
Estamos no Twitter também: Ituran Brasil!
Ituran – Sempre com você
 
Imagem: Carro in Foco.