Dicas

Você é um alvo fácil de bandidos? Saiba como se proteger de roubos e furtos.

No primeiro semestre de 2022 em São Paulo, o número de roubos e furtos subiram 22,7%, em relação ao mesmo período do ano passado. Nós da Ituran, com base em dados oficiais da Secretária da Segurança Pública do Governo Paulista, e mostra alguns momentos que é necessário ter mais cautela ao entrar, sair e circular no carro para evitar ser alvo de criminosos.

Sabemos que não existe uma forma 100% eficaz que evite o roubo ou furto do seu veículo, porém, existem algumas praticas que podem te ajudar a escapar dessas situações.

Por onde começar a se proteger de roubos e furtos?

Para começar, é necessário entender que não existe um estereótipo. Pode ser um casal que está apoiada no seu carro estacionado, pode ser alguém disfarçado de trabalhador próximo ao veiculo, mulheres com crianças, ou seja, qualquer pessoa pode ser um assaltante.

Porém, mesmo sabendo que não existe uma forma 100% que evite o roubo do seu veiculo, existem algumas técnicas de autodefesa que são focadas na atenção, para evitar assaltos. É importante conhecer sobre seguranças, para que no momento que o imprevisto aconteça você não reaja de uma maneira muito apavora, e que consiga de alguma maneira manter a calma e assegurar a sua sensação de segurança, para que nada pior aconteça.

Abaixo apontaremos dez atitudes que podem evitar no carro, reduzindo o risco de acontecer algo com a vítima.

Como evitar o roubo e furtos do seu veículo?

1- Evite caminhar em direção ao carro mexendo no celular

A distração dá mais tempo de ação ao criminoso, tornando a vítima um alvo fácil, além de despertar interesse em outro objeto: o celular.

2- Procurar a chave quando estiver na frente do veículo.

A atitude é muito comum entre pessoas, que “perdem” a chave dentro da bolsa ou da mochila. Além de deixar evidente para o bandido que você vai entrar no carro, dá mais tempo para ele agir. A recomendação é sair do local com a chave na mão, mas sem apontar para o carro, de forma discreta.

3- Abrir o carro a distância.

A hora certa de abrir o carro é quando você estiver na frente da respectiva porta, pronto para entrar. Abrir as portas a distância, utilizando o botão da chave, dá ao criminoso a chance de entrar no veículo antes ou junto com você.

4- Ficar parado dentro do carro.

Quem nunca entrou no carro e, antes de dirigir, respondeu uma mensagem no WhatsApp ou fez uma ligação? A atitude muitas vezes acontece antes mesmo de travar a porta do carro, deixando os ocupantes expostos à ação de bandidos. A recomendação é sair do local com a chave na mão, olhar rapidamente ao redor, entrar no carro, travar a porta e sair o mais rapidamente possível do local.

5- Parar no semáforo com vidros abertos.

Para evitar furtos e assaltos. Uma delas é não parar em semáforos com os vidros abertos e as portas destravadas.

6- Andar em direção ao carro com a bolsa para trás.

Outro alerta em relação ao momento de entrada no carro é em relação a bolsas e mochilas. O correto é andar em locais públicos com o objeto à frente do corpo, evitando furtos e também que um criminoso puxe seu corpo pela alça.

7- Não prestar atenção no entorno.

É recomendado que, antes de entrar ou sair de um imóvel, em direção ao veículo, que seja verificada a presença de pessoas ou atividades estranhas nas proximidades. Se houver movimentação suspeita, o correto é não parar o carro. Siga em frente e chame a polícia, se for o caso.

8- Estacionar em vagas difíceis de sair.

Outro alerta é estacionar sempre em condições de sair facilmente, caso surja algum problema. Por isso, quando possível, estacione de ré. Assim, na hora de sair, não precisará fazer manobras, poupando tempo. O mesmo vale para vagas apertadas em locais afastados: é bom evitá-las.

9- Deixar mochilas e casacos visíveis no carro.

Ao estacionar, deixe o mínimo de objetos dentro do carro, para não atrair a atenção de criminosos. Mochilas, casacos e bolsas de lojas podem dar a impressão de que há coisas de valor no veículo. Se for possível, guarde tudo no porta-malas.

10- Parar em locais desertos após colisão.

Nestes casos, não pare, especialmente à noite, em locais isolados, mal iluminados e de pequena circulação de pessoas e veículos. Sinalize para que as demais pessoas envolvidas possam segui-lo até o posto policial mais próximo.