Ar-condicionado aumenta o consumo de combustível?

Ar-condicionado aumenta o consumo de combustível?

Muitas pessoas tem dúvidas se o ar-condicionado aumenta o consumo de combustível do carro. Quando o botão do ar condicionado é apertado, existe o acoplamento do compressor do respectivo ao sistema de ventilação e que vai possibilitar ao gás comprimido existente no aparelho que comece a circular e assim fazendo com que o ar comece a entrar mais gelado na cabine do carro.

Se o condutor modifica a temperatura do ar-condicionado existente na caixa sistema, elementos chamados de flaps, se movimentam e direcionam o ar frio.

Quando acontece este direcionamento, não existe mudança no parâmetro do sistema de ar condicionado. Com base nisso, a mudança de temperatura que é possível regular nele, não influencia diretamente no consumo de combustível. E isso para sistemas convencionais, porque ocorre somente o direcionamento do fluxo do ar gelado para dentro da cabine ou para fora como uma recirculação.

Agora existem alguns modelos de ar-condicionado como por exemplo, os ar-condicionado digital, que tem um sistema chamado Auto e que se adapta à temperatura. Neste caso, existe o desacoplamento momentâneo do ar-condicionado para manter uma temperatura ideal ao qual foi programada.

Com este cenário, apesar de pequena, existe a economia de combustível, mas é uma diferença muito pequena comparada ao sistema convencional. O único sistema que garante uma economia de combustível é um sistema adaptativo que existe em poucas montadoras no Brasil.

Ar-condicionado aumenta o consumo de combustível?
Quais as vantagens do ar-condicionado.

Ligado ou vidro aberto: Ar-condicionado aumenta o consumo de combustível?

A primeira situação em que precisamos analisar de cada um dos fatores sobre andar com o ar-condicionado ligado ou com os vidros abertos, são as perdas que temos no veículo. Pensando no ar-condicionado, o que pode gerar perda é o compressor.

Porque o compressor é movimentado por meio de correias que são ligadas ao virabrequim, a parte inferior do motor. Ou seja, o motor gira por meio de uma transmissão por correia e assim movimenta o compressor. Isso pode sim acarretar perda mecânica.

Esse compressor pode roubar um pouco de energia do motor, pois vai gerar um peso a mais para o motor funcionar. No momento em que você aciona o ar-condicionado, esse compressor vai ser movimentado e pode gerar uma perda de energia em 10%. Logo são 10% a mais de combustível injetado para suprir essa perda de potência.

Quando falamos de utilizar os vidros abertos do carro para circulação da massa de ar quente, pode acontecer o fenômeno que cientistas em aerodinâmica chamam de arrasto. O arrasto nada mais é do que a força necessária para que um objeto consiga se movimentar por meio do ar.

Atualmente, qualquer veículo na indústria automotiva é projetado para ter o menor arrasto possível. Os veículos super esportivos, passam por testes em túnel de vento para seus projetistas possam entender a força necessária para alta performance, o quanto de aerodinâmica o veículo possui, o quanto de arrasto ele tem e o quanto consegue passar em alta velocidade pelo vendo. Então por isso a altura baixa destes veículos.

Quando andamos com os vidros do carro abertos, temos maior arrasto, porque o  que passa pelo carro, entra pela cabine e gera turbulência no interior do veículo, assim segurando o ar dentro dele. E pensando nas perdas que podem ocorrer pelo arrasto, em velocidades superiores a 80km/h há a possibilidade de redução de até 20% de aerodinâmica.

Então, andar com o ar-condicionado ligado ou com os vidros abetos, dependerá do ambiente ao qual o carro estará inserido, como por exemplo, em uma avenida na cidade ou em uma rodovia. Dentro da cidade você tem um menor arrasto, porque as velocidades permitidas são inferiores à 80km/h e por isso neste caso, é mais vantajoso utilizar, os vidros abertos, porque o arrasto será inferior aos 10% que é gerado de perdas mecânicas pelo compressor do ar-condicionado.

Mas quando há uma situação de rodovia em que o você está utilizando o carro em uma viagem, o arrasto pode ter um valor superior a 20% pelas velocidades permitidas serem superiores a 80km/h. então por isso, neste momento compensa muito mais andar com os vidros fechados e o ar-condicionado ligado.

Qualidade do ar condicionado

Recordes de temperatura, aliados ao tráfego intenso, fazem do ar-condicionado quase um item de sobrevivência, mas quais cuidados tomar para que esse acessório traga conforto sem prejudicar a saúde?

Os veículos que não possuem filtro de cabine, acumula muita sujeira no evaporador e isso com umidade cria fungos, ácaros e bactérias.

Riscos biológicos

Ao ligar o ar-condicionado, nós podemos injetar dentro de nosso ambiente, micro-organismos dos mais diversos, bactérias, fungos, bacilos que se desenvolveram nas canaletas do equipamento. E se não houve manutenção frequente, o habitáculo do veículo vira um ninho de micro-organismos e a possibilidade de contaminação é muito grande.

É comum o desenvolvimento de doenças pela falta de manutenção no ar-condicionado, como por exemplo, as doenças de pele, as doenças do olho, as conjuntivites, as doenças infeccionas pulmonares, nasais como rinites, faringites, sinusites, as doenças respiratórias, como bronquite. São doenças comuns pela inalação destes micro-organismos.

Troca do filtro do ar-condicionado

O grande benefício de um filtro limpo é a melhora da qualidade do ar em que se respira. É possível substituí-lo a cada três meses ou seis meses, mas dependerá do ambiente frequentado, veja as dicas abaixo:

  • Higienização: Tome cuidado, pois existem muitas formas de se fazer a higienização do veículo. Muita gente tem usado odorizador e isso preocupa tem preocupado especialistas, pois é como se estivessem perfumando as bactérias. Então, verifique na embalagem, se o produto é germicida e bactericida. Isso é fundamental para que seja feito a higienização da maneira correta e mate os fungos e bactérias.
  • Carro estacionado no sol: Abaixe os vidros e ligue o ar-condicionado no máximo. Desta forma, haverá rapidamente a troca do calor interno.
  • Use recirculador: É importante sempre usar o sistema de ar-condicionado com o recirculador acionado, pois isso faz com que você refrigere melhor o ambiente do carro. Esta recirculação se torna mais intensa, a medida em que o ar passa pelo sistema e retorna para a cabine de condução.

E sobre o ar quente?

A única situação em que o veículo consome mais combustível é quando ligamos o ar-condicionado, o ar gelado, pois o motor do carro estimula o motor elétrico do ar-condicionado a funcionar, assim ele gera mais energia e com isso o consumo do combustível aumenta.

O ar quente é gerado pela própria água que passa dentro do motor para refrigera-lo. A água passa em uma tubulação por dentro de um painel e termina em um radiador dentro do carro para veículos equipados com ar quente.

Quando ligamos o ar quente do carro, o ventilador que ele possui, faz a função de mandar o vento quente para a cabine do carro. O carro não gasta mais combustível nesta situação, pois todo carro possui uma bomba de água e ela trabalha o tempo todo fazendo circular este líquido e isso não força o motor quando o ar quente é ligado.

Preciso desligar o ar condicionado antes de ligar o carro?

Antigamente, sim. Era bom desligar o ar-condicionado antes de dar a partida. Porém, os carros mais modernos, isso já não é mais necessário. Em todo caso, o fabricante sempre recomenda ligar o ar condicionado pelo menos uma vez por semana, mesmo no inverno para evitar o ressecamento da mangueira

Mas quando for desligar o carro, é melhor desligar o ar-condicionado antes de parar, para que não acumule umidade, o que também pode causar odores desagradáveis, então é mais eficaz ligar o ar quente por alguns minutos antes de desligar o motor. Especialmente se o carro ficar estacionado por vários dias ou semanas, faça-o.

O ar quente funciona junto com o ar-condicionado? 

Para usar o ar quente você pode usar só ventilação e deixar o ar-condicionado desligado, ou utiliza-lo até mesmo juntamente com o ar-condicionado ligado. Aí se o sistema for analógico é só mover o seletor para as linhas vermelhas ou se for digital selecionar uma temperatura mais alta. A vantagem é que o ar condicionado remove a umidade então além de quente, o ar vai ficar seco.

É importante você saber que junto com o ar-condicionado você não só pode como deve usar esse seletor, pois o comportamento de ligar e desligar frequentemente o ar-condicionado, interfere no consumo do combustível.

O correto é usar o seletor e escolher uma temperatura que fica mais agradável. Ou mais amena.

É melhor usar ar-condicionado para desembaçar o vidro na chuva?

Em dias chuvosos, os especialistas sempre recomendam que use ar condicionado para desembaçar as janelas. Isso porque ele pode remover a umidade do ar da cabine. Se o ambiente do carro ficar muito frio, use o seletor de temperatura e defina uma temperatura agradável, pois o ideal é não ligá-lo e desligá-lo toda vez que precisar embaçar e desembaçar o vidro.

Se eu precisar de mais potência do motor, posso desligar o ar condicionado?

Se você precisar de mais força no motor, por exemplo para uma subida, você pode sim desligar o ar-condicionado, isso porque o compressor, usa a potencia do motor e reduz a força que vai para as rodas. É por isso que quando você deliga o ar condicionado, nota-se um ganho de força imediato, mas especialmente em modelos com motores menores.

Gostou do conteúdo? Compartilhe este artigo para que outras pessoas também possam se beneficiar destas orientações. Comente abaixo o que achou, deixe sugestões e continue nos acompanhando para mais informações úteis. 

Conheça mais sobre a Ituran! Acompanhe a gente através do Instagramfacebook e Youtube.

ituran-logo-mobile-svg

Por : Ituran Brasil

Você também pode gostar