Cheiro de gasolina dentro do carro?

Cheiro de gasolina dentro do carro?

Está sentindo cheiro de gasolina dentro do carro? Então, cuidado! A exposição ao cheiro de gasolina pode fazer mal à saúde, uma vez que a substância é altamente inflamável e, ainda pode provocar um incêndio, nos casos mais graves. Se o seu carro está com cheiro de gasolina em seu interior, já está na hora de averiguar as causas! Em situações comuns, o odor é causado pelo próprio ato de abastecer. Ao abrir a tampa, o frentista insere o bico no gargalo e esse procedimento pode causar danos no encaixe da tampa de abastecimento, à borracha vedante da tampa ou até mesmo no gargalo.

Dessa maneira, o combustível é conduzido ao interior do tanque por meio de dutos que podem se fragmentar e cada junção poderá apresentar um vazamento.  Além disso, o sistema de abastecimento também possui algumas válvulas próximas ao bocal que podem travar ou vazar, ocasionando pressão no tanque.

Carro parado por muito tempo

Um automóvel parado por muito tempo na garagem também pode ficar com cheiro de gasolina. O líquido passa a perder as suas propriedades após 15 dias parado no tanque de combustível. Dessa forma, cria-se então impurezas que passam a sujar e entupir as mangueiras, os filtros de combustível e os bicos injetores.


Alguns combustíveis possuem muita água em sua composição, e se o carro estiver parado por muito tempo, a água tende a acumular no escapamento, podendo causar corrosões ou furos. É extremamente importante averiguar qual a causa do cheiro de combustível, para poder resolver a falha de maneira precisa. Acompanhe agora mais informações a respeito do assunto.

Possíveis causas do cheiro de gasolina dentro do carro:

Tanque de combustível

Fique de olho no seu tanque de combustível!

A maioria dos tanques são revestidos de plástico, já outros são de metal. No entanto, os de plástico podem sofrer pequenos vazamentos, uma vez que são mais maleáveis. Para que isso não ocorra, é importante que a vedação e a montagem sejam feitas corretamente. Do contrário, o sistema tende a apresentar imperfeições e o cheiro de gasolina não passará despercebido.

2) Mangueiras

Existem três mangueiras ou dutos que podem apresentar vazamentos entre o tanque e o motor. Veja:

  • Mangueira de retorno: Esse duto de baixa pressão traz a sobra de combustível de volta ao tanque;
  • Mangueira de pressão: Nesse caso, o combustível é bombeado para os bicos injetores por um duto. Mas, nesse caminho alguns vazamentos podem acontecer, inclusive nos engates localizados em diversos pontos, entre eles o engate do filtro de combustível e a flauta dos injetores;
  • Mangueira de gases: A função desse duto é levar os gases evaporados do tanque para um reservatório conhecido como canister, que os acumula, sendo consumidos pelo motor em funcionamento;

3) Sistema de partida a frio

Os veículos movidos a etanol ou flex, possuem um tanque de gasolina implementado no cofre do motor. Sendo assim, as chances de vazamento de combustível são várias, seja pela bomba de pressão,tampa, dutos, conexões ou até mesmo de sua válvula de controle. É válido ressaltar que os vazamentos se tornam perceptíveis no momento em que o ventilador interno do veículo é ligado, já que ele puxará ar da dianteira, lugar onde fica localizado o tanquinho.

4) Sistema de injeção

O sistema de injeção eletrônica gerencia a inserção correta de combustível no motor. Entretanto, funciona com combustível pressurizado por meio de peças como bicos injetores, flautas, engates, reguladores de pressão, que podem ficar danificados e assim provocar vazamentos.

É importante lembrar que cada automóvel possui suas características, portanto é sempre válido se informar a respeito do problema com um mecânico de sua confiança. Em caso de dúvidas, sugestões ou esclarecimentos, comente no nosso post do Blog da Ituran!

ituran-logo-mobile-svg

Por : Ituran Brasil

Você também pode gostar