Importância e curiosidades sobre o cinto de segurança

O cinto de segurança, um item de segurança indispensável nos dias de hoje, tem seu primeiro registro de patente datado de 1903, mas só passou a ser utilizado em 1958 no Corvette, da Chevrolet, com a configuração abdominal de dois pontos. O surgimento do modelo atual de três pontos se deu ano seguinte, sendo criação do engenheiro sueco Nils Bohlin, que trabalhava na Volvo.
A obrigatoriedade desse equipamento é conhecida, mas nem sempre respeitada, por isso, falar sobre ele nunca é demais. Confira alguns fatos interessantes sobre esse dispositivo tão importante.
 
Alguns fatos interessantes sobre o cinto de segurança:
– A ideia da utilização do cinto de segurança surgiu em 1903, quando Gustave Désiré Lebeau registrou a patente intitulada “Suspensórios protetores para veículos automotores e outros”.
– Em 1911, antes de vir à tona nos aviões militares da Segunda Guerra Mundial, o americano Benjamin Foulois adaptou o primeiro cinto de segurança nas aeronaves, para deixar os passageiros mais seguros quando o avião estivesse em uma turbulência.
– Foi com a contribuição de um médio, o Hunter Shelden, que os cintos de segurança começaram a ser pensados como itens indispensáveis. Hunter projetou um cinto do tipo retráteis, em favor da diminuição dos casos de lesões na cabeça. Foi ele também o responsável por pensar em carros que tivesses uma carroceria mais reforçada, barras estabilizadores, fechaduras e apoios de passivo, como é o caso do airbag nos carros da época, o que representou um grande avanço para a indústria automotiva.
– O Brasil foi o primeiro país do mundo a instituir o uso obrigatório do cinto de segurança, em 1968. Mais tarde, a lei acabou sendo revogada.
– Na atual legislação, o cinto de segurança é de uso obrigatória desde 1980. Ele é um dispositivo simples, mas que ajuda a proteger sua vida, além de diminuir as consequências dos acidentes. Ele é o responsável por impedir que seu corpo se choque contra o volante, painel e para-brisas, ou que seja projetado para fora do carro em caso de acidente.
E agora a informação mais importante: sempre use o cinto de segurança, seja no banco dianteiro ou no banco dos passageiros, pois em caso de acidente a probabilidade de sobrevivência com o cinto é 5 vezes maior do que sem ele.
Se você ficou com alguma dúvida ou quer saber mais alguma curiosidade sobre o item, é só deixar um comentário aqui.

ituran-logo-mobile-svg

Por : Ituran Brasil

Você também pode gostar